Marianna Straccialini 

Chega aos cinemas a primeira animação original da Dreamworks (sem ser uma sequência) desde 2017, prometendo bastante e conseguindo entregar tudo e mais um pouco.

Baseado nos livros infantis best-sellers de mesmo nome, do escritor Aaron Blabey (mas com o acréscimo necessário da única personagem feminina do bando de bandidos, na versão cinematográfica), acompanhamos um grupo de caras malvados, como o nome mesmo já diz, que são a gangue de ladrões mais perigosa e procurada.

Misturando personagens humanas com animais (falantes e outros de estimação), conhecemos Sr. Lobo, Sr. Cobra, Srta. Tarântula, Sr. Piranha e Sr. Tubarão, que possuem as personalidades já mais do que conhecidas das histórias infantis – afinal, é ou não é o Lobo o grande malvado de tantas narrativas?

Temos a “lição de moral”, como é de se esperar, que não é somente o “não julgue um livro pela capa” ou “faça o bem”, mas também, e, mais surpreendentemente, como é influente no caráter de indivíduos a discriminação por uma sociedade que os coloca à margem. Além de uma possível leitura sobre a ressocialização de presidiários.

Mas hey! Não vamos deixar esse texto tão sério e falar também do ritmo frenético e do texto engraçadíssimo, com piadas inteligentes e ótimas sacadas (apesar de que ficou faltando um “você é um bom garoto” naquela hora do rabinho abanando, e eu não sei se posso perdoar isso).

Os Caras Malvados tem tudo o que os grandes filmes de roubo possuem, personagens carismáticos e charmosos, alguns muito exagerados e hilários por isso, aquele que é briguento e de cabeça quente, o de pouca conversa, a hacker super talentosa, romance, armação em cima de armação e, quando você acha que acabou, você foi enganado de novo! E é claro que não poderia faltar: uma trilha sonora eletrizante.

O filme vale muito a pena, apesar de ser bem melhor no começo e perder um pouco o ritmo mais pro final, parecendo enrolado demais.

E apesar de um grande elenco da dublagem nacional, a vontade de assistir com o áudio original é muito grande!