Filme baseado em personagem de Angeli, e dirigido por Cesar Cabral, é o único brasileiro na lista da Academia de animações elegíveis para o Oscar

Depois de premiado no Festival de Annecy, e de ser o primeiro Latino Americano a receber o principal prêmio do Festival de Ottawa, os dois mais importantes do gênero animação, o brasileiro BOB CUSPE, NÓS NÃO GOSTAMOS DE GENTE, de Cesar Cabral, está na lista do longas de animação elegíveis para o Oscar na categoria, que foi anunciada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. O filme é o único brasileiro na seleção, ao lado de 25 produções de diversos países, como EUA, República Tcheca, Japão, China e Dinamarca. O filme já estar em cartaz nos cinemas brasileiros.

Nos Estados Unidos, BOB CUSPE, NÓS NÃO GOSTAMOS DE GENTE será lançado pela distribuidora Outsider Pictures, que, de acordo com a Variety, planeja uma campanha de marketing para o longa ficar entre os finalistas no Oscar.  Internacionalmente, o filme é conhecido como “Bob Spit – We Do Not Like People”.

Um dos personagens mais famosos dos quadrinhos nacionais, Bob Cuspe chega ao cinema com BOB CUSPE, NÓS NÃO GOSTAMOS DE GENTE, que teve sua primeira exibição no Brasil na 45a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo.

O longa traz uma mistura gêneros, como documentário, comédia e road-movie, e conta a história do protagonista, um velho punk, tentando escapar de um deserto pós-apocalíptico, que na verdade, é um purgatório na mente de seu criador, o cartunista Angeli, que passa por uma crise criativa. O filme conta com as interpretações de voz de Milhem Cortaz, Paulo Miklos, André Abujamra, Grace Gianoukas e Laerte.

Evidenciando o humor e a estética típica da obra de Angeli, o longa alterna momentos de animação com depoimentos animados do próprio cartunista, combinando assim uma história de ficção de Bob Cuspe com o documental sobre o processo de criação do cartunista, que revisita o seu passado.

BOB CUSPE – NÃO GOSTAMOS DE GENTE já está nos cinemas brasileiros, com distribuição da Vitrine Filmes.