Filmes e Séries Listas

Mês da visibilidade Trans | Filmes e séries que abordam suas questões e vivências

Conheça filmes e séries que englobam atores e atrizes trans e abordam assuntos relacionados a esta comunidade, felizmente cada vez mais representada!

POSE (2018)

Com início em 2018, a série tem atualmente duas temporadas e retrata a cultura ballroom em Nova Iorque nas décadas de 80/90, composta pela comunidade afro-americana e latino-americana LGBTQIA+. Pose, de Ryan Murphy, retrata diversos tópicos da vida dessa comunidade, focando principalmente nas vivências gays e trans nessa época.

Composta por um elenco majoritariamente negro, latino e verdadeiramente LGBT, a série emocionante e ganhadora de diversos prêmios aborda temas como o surgimento da AIDS, sobre família, sexualidade, gênero, cor e preconceito a partir dessa cultura artística, pioneira e musical que é o ballroom, e é enriquecida pelos personagens e suas complexidades muito bem exploradas.

Disponível na Netflix.

We are who we are (2020)

A série de Luca Guadagnino, diretor de Call me by your name, retrata a vida de adolescentes em uma base militar americana na Itália, e com a chegada de uma nova líder da base com sua família não convencional, vemos algumas mudanças na dinâmica daquela comunidade.

O filho da comandante, Fraser, entra para um grupo de amigos e a partir dessa amizade e dessas relações, a série mostra a descoberta, na adolescência, da expressão de gênero e da sexualidade, e como os dois campos oferecem tantas possibilidades. Na série não há atores trans, porém há um personagem lidando com a possibilidade de se reconhecer como tal.

Disponível na HBO GO.

Alice Júnior (2019)

Um filme nacional incrível que conta, a partir de atores estreantes, uma história mundana. Se trata de um coming-of-age brasileiro sobre a perspectiva de uma menina trans, popular em sua cidade natal, mas que encontra muita discriminação ao se mudar para uma cidade conservadora no Sul do Brasil. O longa é recheado de elementos da cultura pop e mostra Alice, modelo e youtuber, reivindicando seu espaço em um lugar retrógrado. O desejo de dar o primeiro beijo; o apoio da família em situações difíceis; a adaptação a um novo lugar e a novas amizades, tópicos frequentes em filmes voltados ao público adolescente, estão presentes em Alice Júnior, com o toque especial do protagonismo trans.

Disponível da Netflix.

Tudo sobre minha mãe (1999)

O filme de Pedro Almodóvar já tem mais de 20 anos, mas traz reflexões atuais acerca do mundo feminino. Uma mãe solo perde seu filho em um acidente. Decide, então, procurar o pai do filho para avisá-lo de sua morte, e descobre que este se reconhece como uma mulher; é uma mulher trans. Abalando as estruturas tradicionais da família burguesa a partir de uma narrativa essencialmente feminina e protagonizada por mulheres cis e trans, o filme parece nos questionar: O que é ser mulher? O que cada grupo sofre e tem que lidar por se reconhecer como mulher?

Disponível no Telecine Play.

BR3 (2018)

BR3 é um curta-metragem nacional dirigido por Bruno Ribeiro que mostra o cotidiano de pessoas trans na periferia, com cenas comuns na vida de todos, como a diversão entre amigas e o sexo no relacionamento amoroso.

Disponível no Vimeo.

Euphoria (2019)

Já conhecida ao redor do mundo, Euphoria tornou conhecida a atriz Hunter Schafer, trans na vida real e na série. Ela tem um papel de destaque, interpretando Jules, a melhor amiga e o interesse amoroso de Rue, a protagonista. Sua identidade de gênero não é o foco do arco narrativo da personagem, porém ao longo dos episódios podemos observar como afeta sua vida e suas relações.

Disponível na HBO GO.

Priscilla, a Rainha do Deserto (1994)

Já considerado um clássico do cinema queer, o filme australiano tem como protagonista Bernadette, mulher trans que embarca em uma viagem com as amigas para fazer um show Drag em um cassino. Ao longo da viagem e da convivência das três, percebemos a importância do filme e como ele é anacrônico. Não só por isso levou diversos prêmios e críticas positivas.

Disponível na Apple TV.

Bixa Travesty (2018)

Bixa Travesty é um documentário sobre a trajetória da cantora Linn da Quebrada. Linn quebra estereótipos através de conversas com amigas e letras de músicas, além de dar voz a convidades especiais.

Disponível no Net Now e na MUBI

Uma Mulher Fantástica (2017)

O primeiro ato do drama chileno consiste da morte de Orlando, marido de Marina, a protagonista do filme. Marina, então, começa a lidar com o luto e com o preconceito. Aclamado pela crítica, venceu na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2018, o que fez com que se tornasse o primeiro filme estrelado por uma mulher trans a ganhar esse prêmio.

Disponível no Prime Video.

Saudades de Amélia (2020)

Saudades de Amélia é um curta universitário, um dos vencedores do prêmio Elipse (2019). Numa curta trajetória, acompanhamos uma mulher que se muda para um condomínio de luxo e atrai olhares discriminatórios, não contentes com a sua presença e a de suas visitas.


Vale também ressaltar filmes e séries que não entraram na lista, mas que são tão incríveis quanto: Good Girls (2018); A Morte e a Vida de Marsha P. Johnson (2017); Laerte-se (2017); Lawrence Anyways (2012).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: