LOS ANGELES (Reuters) – A cerimônia do Grammy Awards, que estava marcada para o dia 31 de janeiro, foi adiada por conta de um surto de coronavírus em Los Angeles, disseram as revistas Rolling Stone e Variety nesta terça-feira.

Os dois veículos citaram diversas fontes que disseram que a cerimônia para premiar os principais artistas da indústria musical poderia acontecer em março. A Academia de Gravação, que organiza o Grammy, não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

A cidade de Los Angeles passa por uma alta no número de mortes e internações pelo coronavírus, enquanto academias, salões de beleza e restaurantes estão fechados e moradores receberam orientações para ficar em casa o máximo possível.

Leia mais: SAIU! Confira a lista dos indicados ao Grammy 2021

Os organizadores do Grammy anunciaram no final do ano passado que estavam analisando como mudar a maneira na qual a cerimônia normalmente era realizada, sem público e sem o tradicional tapete vermelho. Eles também disseram que estavam estudando a possibilidade de realizar o evento em estabelecimentos menores a céu aberto, em vez do costumeiro e gigantesco Staples Center, no centro de Los Angeles.

A cerimônia anual do Oscar, que normalmente acontece no final de fevereiro, foi adiada para abril por conta da pandemia.