Filmes e Séries Notícias

Johnny Depp pode receber US$10 milhões para não atuar em Animais Fantásticos 3

O ator que foi forçado pela Warner a deixar seu papel de Grindewald em “Animais Fantásticos 3” tem em seu contrato, segundo a The Hollywood Reporter, uma cláusula na qual garante seu pagamento integral quer o filme seja feito ou não.

O jornal ainda afirmou que a decisão de afastar Depp partiu do presidente da Warner Bros., Toby Emmerich, que decidiu intervir após o veredito negativo do processo aberto pelo ator contra o jornal The Sun. Johnny ainda quis refutar a afirmação de que ele seria um “espancador de esposa”, mas o juiz do caso concordou com o jornal, aceitando 12 dos 14 relatos de Amber Heard, ex-esposas do ator.

Depp se tornou um pesadelo de relações públicas para o estúdio, que ainda tem que lidar com a escritora da saga J.K. Rowlling sendo ‘cancelada’ constantemente por ataques transfóbicos nas redes sociais. Até o ator protagonista dos filmes, Eddie Redmayne, perdeu fãs ao defender a escritora.

Teoricamente, Johnny não foi demitido pela Warner. Em nota, o ator anunciou que “a Warner Bros. Me pediu para renunciar do meu papel como Grindewald em “Animais Fantásticos e eu respeitei e concordei com o pedido”. Ficando claro, assim, que seu contrato ainda pode ser validado.

O estúdio, por sua vez, informou que está procurando um novo ator para o papel de Gellert Grindewald e que o lançamento do filme foi adiado para 2022. A estreia era prevista para 12 de novembro de 2021.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: