Filmes e Séries Notícias

Academia convida 819 novos membros para votar no Oscar, sete deles são brasileiros

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA divulgou nesta terça (30), os nomes dos mais novos membros que serão associados à instituição. Entre os selecionados 45% são mulheres, 36% pertencem a minorias étnicas ou raciais e 49% são estrangeiros, de 68 países diferentes.

Entre os convidados, há sete brasileiros. A editora Cristina Amaral (“Um filme de verão”), os diretores Julia Bacha (“Budrus”) e Vincent Carelli (“Martírio”), e os produtores Mariana Oliva e Tiago Pavan, de “Democracia em vertigem”, foram selecionados para participar da Academia na categoria de documentário. O diretor Otto Guerra, de “A cidade dos piratas”e “Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’n’Roll”, foi chamado para a área de curta e longa de animação. Na categoria de Marketing e Relações Públicas, está o executivo da Netflix Marcos Waltenberg.

A lista também inclui 75 indicados ao Oscar e 15 vencedores da estatueta. Entre os atores, estão Yalitza Aparicio (“Roma”), Awkwafina (“A despedida), Bobby Cannavale (“O irlandês”), Ana de Armas (“Entre facas e segredos”), Cynthia Erivo (“Harriet”), Adèle Haenel (“Retrato de uma jovem em chamas”), Udo Kier (“The Painted Bird”), Eva Longoria (“Overboard”) e Florence Pugh (“Adoráveis mulheres”).

Temos muito orgulho nos avanços que fizemos ao exceder nossas metas iniciais de inclusão estabelecidas em 2016, mas reconhecemos que o caminho a seguir é longo”, disse Dawn Hudson, executivo-chefe da Academia, em comunicado divulgado pelo New York Times

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: