Em sua 14° edição, o Festival de Cinema Latino-Americano traz à capital 148 filmes de 16 países da América Latina, na edição com maior número de títulos exibidos. Com ínicio nesta quarta-feira (24), Fakir, dirigido por Helena Ignez e ainda inédito no Brasil, foi o grande escolhido como filme de abertura.

Responsável por trazer obras ainda não lançadas em terras nacionais e longas brasileiros em première mundial, a Sessão Contemporâneos exibe filmes de países como Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Guatemala, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Porto Rico, Uruguai e Venezuela.

Festival de Cinema Latino-Americano exibe 148 filmes em São Paulo

As cineastas brasileiras Tata Amaral, Cláudia Priscilla, a atriz Léa Garcia e o ator chileno Patrício Contreras serão os grandes homenageados do Festival de Cinema Latino-Americano, que trará algumas de suas obras mais emblemáticas para sessões. O encerramento do Festival, que acontece em 31/07, às 20h00, no Cinesesc, será marcado pelo filme Compasso de Espera, do diretor teatral Antunes Filho.

Além de diversas entradas francas, a intenção do evento é trazer preços acessíveis, que vão de R$5 a R$12. As exibições, debates e oficinas vão acontecer no Cinesesc, Memorial da América Latina, Spcine Olido e Spcine Centro Cultural São Paulo (CCSP).

Saiba mais no site oficial do festival, clicando aqui.